quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

O Natal no mundo rural está próximo

Certamente passa ao lado de muitos madeirenses a intensidade e a vivencia do tempo da “festa”. Nas freguesias rurais é indiscutível que se vive mais o natal que nos centros urbanos.
Enquanto uns preocupam-se em escolher prendas nas grandes superfícies e a escolher um local de diversão nocturna para passar o natal que possa satisfazer os seus desejos, no campo prepara-se as iguarias para oferecer aos amigos que nos visitam, ensaia-se grupos para cantar as romagens, prepara-se as crianças para anunciar o menino.
No entanto, também é preciso alimentar o corpo com as broas, os bolos, as carnes de porco pois, a barriga também vive o natal.

2 comentários:

avogi disse...

na cidade também se vive o natal. Se calhar não tao intensamente.

Pai Natal em acção disse...

A verdade é que pelas ruas da cidade não se respira o Natal. Na aldeia por sua vez, sente se que o Natal se aproxima, pois ao percorrer o caminho sente se o cheiro de pão cozido de fresco, e os bolos no forno, as broas de mel e de coco, o cheiro fresco dos pinheiros, as laranjas nas lapinhas. Os licores espalham a sua essencia pela casa. É um mundo fantástico que me mais lado nenhum se encontra.