domingo, 17 de fevereiro de 2008

Câmara dá auxilio na entrega do IRS

Baeta revelou aos microfones da rádio Calheta, que os munícipes (contribuintes) do concelho vão poder entregar o seu IRS nas salas multimédia do concelho. Digamos que já não era sem tempo, pois a ideia já tinha sido lançada. Uma pergunta: e na freguesia da Fajã da Ovelha onde se entrega? Para quem não sabe a Fajã da Ovelha é a freguesia do concelho que não tem sala multimédia.
Já sei, antes que apareça por aí uns comentários: na casa do povo e junta de freguesia tem uns computadores com Internet disponível.
E porque razão as juntas de freguesia não aproveitam o protocolo de cooperação existente entre governo e anafre. As freguesias aderentes têm compensação financeira.
E em vez da sala multimédia se esta ideia fosse aplicada na freguesia.

6 comentários:

Anónimo disse...

Para a vossa informação já no passado ano 2007 realizei a entrega do irs com a ajuda de uma funcionária da Casa do Povo da Fajã da Ovelha, já que a funcionária recebeu formação para ajudar nessa tarefa.
Por isso não vejo a necessidade de destilar esse veneno contra a nossa Casa do Povo da Fajã da Ovelha.
Não será que V.ª Ex.ª esta a sofrer de uma doença chamada "DOR DE COTOVELO".

Fajã da Ovelha disse...

“Destilar esse veneno contra a nossa Casa do Povo da Fajã da Ovelha” (lol) não vejo onde e também o porquê dessa afirmação. Quando referi estas duas instituições (Junta e Casa do Povo) era também para dar a conhecer duas alternativas aos cidadãos da freguesia e não só.
“Dor de cotovelo”! Vou ali e já venho….
Aqui no blogue nunca se escreveu (por enquanto) uma palavra contra essa instituição ou pessoas que a compõem.

contranonimo disse...

senhor anonimo, qual a é a dor de cotovelo de não ter uma sala multimedia prometida á mais de 6 anos?
à povo enganado...

contranonimo disse...

parece que foi um "Senhor Doutor" ligado à casa do povo que andou a escrever o "destilar esse veneno".
Uma pessoa tão culta e sabia precisa de ajuda da funcionaria????
:|

Osvaldo disse...

Concordo plenamente, que a Junta de Freguesia, deveria prestar este serviço, o problema são os meios humanos, porque o resto no temos tudo o que é necessrio.
Um presidente de Junta, não vai correr o risco de aderir a este protocolo e depois ver o trabalho da junta ficar acumulado em detrimento do preenchimento das declarações de IRS.
Mas eu assumo aqui publicamente, que quem se dirigir a mim, como aliás tem sido hábito, com algumas pessoas, desde que eu esteja na Junta, em qualquer dia da semana eu mesmo preencho a declaração, sem que para isso seja necessário um protocolo, nem qualquer tipo de pagamento, se bem que em minha opinião, que o sistema informático é tão simples que a maioria da população da Fajã irá preencher em casa, porque é uma forma de ninguem ficar a saber, quanto auferiram de rendimento em 2007

Anónimo disse...

Parabéns tormento! Já estas a fazer cócegas a esses ditadores....que dominam tudo. O Osvaldo a dizer que não é preciso protocolo e pagamento. Se a Junta tem muito dinheiro façam obra.

Maria S. A.