sábado, 29 de maio de 2010

Casamento gay pode tramar Cavaco

A Fajã da Ovelha tem um eleitorado conservador e que se reflecte nos actos eleitorais sendo um deles nas presidências. Nas últimas presidenciais Cavaco Silva foi o preferido da maioria dos fajã-ovelhenses.
No passado domingo após a missa há sempre espaço para o dialogo no adro da igreja entre as pessoas e, desta vez o tema foi a promulgação da lei que autoriza o "casamento" entre pessoas do mesmo sexo. E não é que, uma das intervenientes da conversa diz "da próxima ele (Cavaco Silva) não leva o meu voto". De facto, há um grande desconforto nas pessoas que votaram em Cavaco Silva e agora vêm ele autorizar algo em que não concordam.

4 comentários:

António disse...

E qual o mal no casamento de pessoas do mesmo sexo? Atrapalha em alguma coisa? Triste é a pessoa que se acha superior à outra só porque gosta do sexo oposto! Enfim, isto não tem interesse nenhum para o povo,é só pra desviar atenções com este para este maldito PEC que ai vem.
Mas desta vez nem Cavaco nem Manuel Alegre, farto dos Partidos e dos Políticos! cambada de incompetentes! Acho que as pessoas menos capazes deste país vão para a politica!; DEVERÍAMOS TODOS DE VOTAR FERNANDO NOBRE! DAR UM CHUTO NO C* NESTA CAMBADA DE CHUPISTAS!

Anónimo disse...

Sou uma mulher de mente aberta, e, acho que não é a aprovação de um casamento gay, que vai fazer muito alfabetizado desistir do voto Cavaco...
MFCC

renato Azevedo disse...

Os heterossexuais cada vez casam menos e mais "descasam"; os outros, teimam que querem casar! Ele há cada um!
Acho vergonhoso que numa altura crítica como esta se tenha perdido tanto tempo (e dinheiro) a discutir e aprovar uma aberração de lei deste tipo... enfim.

Rui disse...

Preocupa-me mais que o Cavaco não puxe as orelhas ao Sócrates como deve ser do que se aprovou ou não a lei do casamento.
As pessoas deviam se preocupar mais com o que interessa.

Já era altura do Cavaco fazer o que Sampaio fez com o Santana.