quinta-feira, 3 de abril de 2008

Caminho municipal esburacado

Há muito tempo que o caminho do Massapez, na Fajã da Ovelha, que dá acesso do sítio do Massapez até junto da igreja da Fajã da Ovelha, está a precisar de melhoramentos.
A estrada é utilizada pela população local como também por muitos turistas. Todos os dias quem por ali passa, de carro ou a pé acaba por se ver confrontado com as péssimas condições em que se encontra o asfalto. Os buracos são evidentes ao longo do traçado, que começa com maior evidência logo no início da rua (sentido sul para norte).
As críticas por causa da falta de manutenção da estrada são apontadas por quem reside no local e por quem ali passa. Enquanto uns limitam-se a dizer “isto é uma vergonha” outros já fizeram chegar as queixas a quem tem responsabilidades na matéria, a câmara municipal da Calheta.

5 comentários:

Anónimo disse...

O Sr Presidente deve estar a pensar :
"- Quem me dera que esta notícia fosse um peta!!!!"

Mas não é! Infelizmente nós convivemos com esta realidade na freguesia da Fajã! Acho uma grande falta de vergonha, o Presidente não "reivindicar" a pavimentação deste caminho!
Foi deveras vergonhoso, assistir à passagem dos Romeiros por esta estrada escandalosa para descer pela ladeira dos Zimbreiros. Já faz 4 anos que se vem fazendo aquele passeio em Janeiro e nunca esta estrada foi pavimentada!
É um grande desleixo!

Anónimo disse...

4 Anos?
Companheiro, andas distraído.
Recordo que o 1.º Passeio organizado pela ADCPP, as Juntas de Freguesia da PP e da Fajã, como as respectivas Casas do Povo foi em 2000.
É só fazer as contas.
Relevo o facto de todos os anos nessa data o percurso ser limpo.
Saliento ainda o cuidado do Senhor Presidente José Luís até providenciar bordões para todos, para além das águas, sumos e bolos.
Fiz TODOS os passeios e nunca vi ninguém se queixar da limpeza, mas sim da dificuldade do mesmo, especialmente na descida dos Zimbreiros.
Conheces alguma freguesia da Madeira onde, infelizmente, não haja situações semelhantes?
Quando tudo estiver pronto não fazem falta autarcas.
Liberte o dinheiro da Madeira o 1.º Sócrates que a Região fica num brinquinho.
Agora assim, a mandar a maior fatia do bolo para os Açores, fica difícil!

É ver o Presidente da Junta a comandar o Passeio, alegre, tocando e cantando a transmitir entusiasmo a todo o seu povo,
Um exemplo, quase um caso único.
Por que será que para alguns camaradas a galinha do vizinho é sempre melhor que a nossa?
Quem ataca o Presidente não o conhece nem sabe todo o empenho que põe na defesa da “sua Dama”.

leitor atento disse...

"Liberte o dinheiro da Madeira o 1.º Sócrates que a Região fica num brinquinho.
Agora assim, a mandar a maior fatia do bolo para os Açores, fica difícil!"
O senhor que faz esta afirmação é mesmo um analfabruto pra não lhe chamar outra coisa qualquer!
Só não recebemos mais dinheiro da Republica porque o PSD Regional arranjou uma maneira de calculo da nossa riqueza típico de eleições, depois esqueceu que o sendo o Estado Português um estado solidário, e "tira" das regiões mais ricas pra as mais pobres, portanto se nós éramos ricos e os Açores mais pobres é natural que se dê mais dinheiro pra lá. Isto de sermos ricos e só teoria, porque na pratica vemos que não é isso que acontece, quem tá junto dos "laranjinhas" mama até se fartar e o pobre trabalhador fica xuxar no dedo...

Anónimo disse...

Acho que estão a desviar o assunto! Na foto esse caminho é uma grande "porcaria"! Também já o experimentei (não nesse passeio) e digo que o meu carro teve de fazer umas curvas para se desviar das crateras! Só buracos! Já foi pavimentado, mas parece que já faz muito tempo! Precisava de mais uma "capa" de asfalto...
E em relação ao comentário do primeiro leitor, é verdade que esse passeio já se faz há mais de 4 anos! Mas pelos visto só agora é que tem vindo a assumir mais destaque! E respondendo ao comentário do segundo leitor não é com papas e bolos que se vai enganar os tolos! Porque tolos e cegos é coisa que o povo da Fajã da Ovelha não é! Ver o Presidente comandar uma romaria uma vez por ano, alegre e feliz, não é suficiente! Precisamos dele e da sua "equipa" todo o ano! E está à vista de todos que o caminho que vemos na foto bem precisa de um novo visual! Vamos a ver se para o ano a coisa melhora! E o senhor acabou de dizer a verdade!
"Remediou a coisa" com bordões, quando na verdade deveria facilitar a caminhada com uma estrada sem buracos em que um passo em falso e podemos escorregar! A brita solta escorrega!!!
Viva a Fajã da Ovelha!

Anónimo disse...

Se a estrada estivesse boa, dispens�vamos os bord�es...
Venha a estrada nova e muitos passeios...